• Portes Grátis para compras superiores a 50,00 €.
Região

Região

Vinho Verde, Melgaço

Castas

Castas

Alvarinho

Produção

Produção

170.000 garrafas anualmente

Vinhas

Vinhas

12 hectares

É num dos pontos mais a norte de Portugal, no Minho, no coração da terra dos vinhos verdes, que começa em 1988 a história do produtor de vinho Quinta do Regueiro.

História

Pequeno Produtor a produzir Vinhos Gigantes

Quando falamos em Quinta do Regueiro falamos de um projeto familiar em que a proximidade da natureza, com a frescura e equilíbrio do vizinho Rio Minho, a autenticidade da sabedoria das gerações mais velhas e a dedicação diária a uma paixão antiga, se aliam à inovação e à qualidade, numa diferenciação que tem sido a sua fórmula de sucesso.

Descobrir os Alvarinhos da região de Monção e Melgaço não é apenas a descoberta de um vinho, mas sim de todo um território. Os vinhos da casta Alvarinho produzidos pela Quinta do Regueiro distinguem-se pela sua unicidade e características singulares. Fruto de um terroir único, que lhes confere propriedades raras em termos de mineralidade, as vinhas em altitude, plantadas em solos graníticos, resultam em vinhos com acidez bem vincada e com uma longevidade em garrafa fora do comum. Todos os anos cerca de 1500 litros de vinho são guardados e ficam a estagiar 8 a 10 anos, seguindo a máxima dar tempo ao tempo, que o produtor acredita – e tem já comprovado – ser o segredo para fazer de bons vinhos, vinhos gigantes.

É num dos pontos mais a norte de Portugal, no Minho, no coração da terra dos vinhos verdes, que começa em 1988 a história do produtor de vinho Quinta do Regueiro.

História

Pequeno Produtor a produzir Vinhos Gigantes

Quando falamos em Quinta do Regueiro falamos de um projeto familiar em que a proximidade da natureza, com a frescura e equilíbrio do vizinho Rio Minho, a autenticidade da sabedoria das gerações mais velhas e a dedicação diária a uma paixão antiga, se aliam à inovação e à qualidade, numa diferenciação que tem sido a sua fórmula de sucesso.

Descobrir os Alvarinhos da região de Monção e Melgaço não é apenas a descoberta de um vinho, mas sim de todo um território. Os vinhos da casta Alvarinho produzidos pela Quinta do Regueiro distinguem-se pela sua unicidade e características singulares. Fruto de um terroir único, que lhes confere propriedades raras em termos de mineralidade, as vinhas em altitude, plantadas em solos graníticos, resultam em vinhos com acidez bem vincada e com uma longevidade em garrafa fora do comum. Todos os anos cerca de 1500 litros de vinho são guardados e ficam a estagiar 8 a 10 anos, seguindo a máxima dar tempo ao tempo, que o produtor acredita – e tem já comprovado – ser o segredo para fazer de bons vinhos, vinhos gigantes.

Galeria

Deseja estar presente no Vinhedo?

Entre em contacto connosco para colocar os seus vinhos na nossa loja.